Áreas Metropolitanas

Enquadramento a nível nacional

  • No litoral, a norte de Setúbal, verificou-se uma grande densidade populacional;
  • À volta do Porto e de Lisboa registaram-se intensos processos de suburbanização;
  • Afirmação de algumas “constelações” urbanas, com maiores densidades populacionais: eixo Lamego/Vila Real, em direcção a Chaves, Viseu e a sua área envolvente, Castelo Branco/Covilhã e o Algarve litoral;
  • O interior do país perdeu população.

Litoralização – É o processo de progressiva concentração de actividades e de pessoas ao longo da faixa litoral.

Bipolarização – Fenómeno de concentração da população, de actividades económicas, equipamentos sociais e culturais, em torno de duas cidades (Lisboa e Porto).

Áreas Metropolitanas – São associações especiais de municípios, reguladas por instituições e organismos próprios e com vastas competências.

Há dois tipos de Áreas Metropolitanas:

  • Grandes Áreas Metropolitanas – Devem integrar novo municípios contíguos e 350 000 habitantes;
  • Comunidades Urbanas – Três municípios contíguos e 150 000 habitantes.

~ por goncasrato em 01/18/2010.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

 
%d bloggers like this: